Cadernos CIESPI de pesquisa


Caderno 11 - Jovens em Ação: reflexões sobre participação social e inserção no mundo do trabalho

2022

O Caderno 11 apresenta a pesquisa realizada pela equipe do CIESPI/PUC-Rio em parceria com o Fórum Juventude Sul-Fluminense em Ação, entre meados de 2020 e 2022. O texto reúne os dados coletados, assim como traz as considerações dos jovens sobre sua participação no projeto e analisa os desafios e acertos da parceria intergeracional.

Caderno 10 - Subsídios para o aprimoramento do serviço de acolhimento institucional no Brasil

2021

Nos dias 16 e 17 de setembro de 2021, o Comitê dos Direitos da Criança - CDC, da Organização das Nações Unidas - ONU, promoveu o Dia de Discussão Geral sobre os “Direitos da Criança em Cuidados Alternativos”. Visando contribuir para esse encontro, a equipe do Centro Internacional de Estudos e Pesquisas sobre a Infância - CIESPI/PUC-Rio, formada por Renata Mena Brasil do Couto e Juliana Maria Batistuta Teixeira Vale, sob a coordenação de Irene Rizzini, se uniu a Manoel Torquato (Associação Beneficente o Pequeno Nazareno – OPN), Isa Maria Ferreira da Rosa Guará e Dayse Cesar Franco Bernardi (Associação de Pesquisadores e Formadores da Área da Criança e do Adolescente – NECA) para elaborar subsídios para a aprimoramento do Serviço de Acolhimento Institucional – SAI, com base em sua longa trajetória de pesquisa-ação sobre o tema e em quatro estudos recentes.

Caderno 9 - Crianças, adolescentes e os desafios da pandemia de Covid-19

2021

De autoria de Irene Rizzini, Caroline de Souza Araujo e Renata Mena Brasil do Couto, a publicação discute algumas das principais consequências dos acontecimentos atuais frente o contexto da pandemia de Covid-19, que demandam estratégias específicas de cuidado, em consonância com a pluralidade de contextos sociais, econômicos e culturais nos quais vivem as crianças e adolescentes no Brasil.

Caderno 3: Produção acadêmica sobre crianças e adolescentes em acolhimento institucional: recomendações para o aprimoramento do serviço | Série: Crianças e adolescentes em acolhimento institucional

2020

O texto visa ampliar o alcance das pesquisas e dos debates sobre o tema do acolhimento institucional para crianças e adolescentes e se baseia em um amplo levantamento e na análise da produção acadêmica nacional sobre o tema, publicada entre 2000 e 2019.

Caderno 8 - Perfil amostral de crianças e adolescentes em situação de rua e acolhimento institucional no Brasil

2020

Os dados analisados na publicação fazem parte da pesquisa desenvolvida no âmbito do projeto Conhecer para Cuidar, uma parceria entre a Associação Beneficente O Pequeno Nazareno e o Centro Internacional de Estudos e Pesquisas sobre a Infância (CIESPI/PUC-Rio).

Caderno 2 - Acolhimento Institucional em foco - perspectivas de profissionais e de crianças e adolescentes usuários do serviço no Rio de Janeiro | Série: Crianças e adolescentes em acolhimento institucional

2020

De autoria de Irene Rizzini, Renata Mena Brasil do Couto e Mônica Regina de Almeida Figueiredo, a publicação apresenta os resultados e análises de uma pesquisa de campo que buscou ouvir profissionais e crianças e adolescentes que diariamente convivem com os desafios do acolhimento institucional. A pesquisa, que teve como foco instituições de acolhimento da cidade do Rio de Janeiro, investigou também as especificidades do atendimento oferecido àqueles com trajetória de vida nas ruas.

Caderno 1 - Espaços de escuta e participação no contexto de acolhimento institucional | Série: Crianças e adolescentes em acolhimento institucional

2020

A publicação parte de uma pesquisa cujo objetivo foi analisar a participação de adolescentes que se encontram acolhidos em instituições, particularmente no que se refere ao processo de desligamento institucional quando completam 18 anos de idade. As autoras analisam o cotidiano de um grupo de adolescentes que moram na Unidade de Reinserção Social Paulo Freire (antiga URS Bangu), e discutem a construção de espaços de escuta e de participação, abordando desafios e conquistas desse processo.
A Série é um dos produtos do projeto “Entre a Casa, as Ruas e as Instituições: crianças e adolescentes em situação de rua e as instituições de acolhimento no estado do Rio de Janeiro”, coordenado pela professora Irene Rizzini (FAPERJ/CNE, Cientista do Nosso Estado, 2017-2020; FAPERJ Ref. N° E-26/202.812/2017).

Caderno 7 - Vozes de jovens grávidas e/ou mães em contextos de vulnerabilidade

2019

Esta publicação apresenta a análise dos resultados de uma pesquisa realizada pelo CIESPI/PUC-Rio em parceria com a Associação Beneficente São Martinho junto a adolescentes e jovens grávidas e/ou mães que vivem em contextos de vulnerabilidade. Ao longo do texto, destacamos a importância da construção de redes de apoio capazes de assegurar às famílias proteção básica e a oferta de oportunidades para que possam transpor adversidades e enfrentar desafios que afetam suas vidas, como a falta de estudo; a instabilidade no trabalho; os conflitos familiares; o isolamento materno; a influência do comércio ilegal de drogas; a pobreza; e a gravidez não planejada.

Caderno 6 - Contrastes: Infância e Cidade - metodologias de escuta e participação

2019

Neste número do Caderno de Pesquisa e Políticas Públicas, as autoras refletem sobre a importância da criação de caminhos metodológicos que promovam e incluam a escuta e a participação de crianças no debate, na elaboração e na implementação de políticas públicas, no que diz respeito à construção e a (re)criação de cidades democráticas.

Caderno 5 - Primeira infância no Brasil: ampliando oportunidades para o desenvolvimento saudável de crianças de 0 a 8 anos

2018

Esta publicação baseia-se na pesquisa “Espaços seguros para crianças de 0 a 8 anos”, realizada pelo CIESPI/PUC- Rio, entre 2015 e 2016, nos bairros cariocas Rocinha e Parada de Lucas, tendo como foco a violência que afeta as crianças e a busca por caminhos de proteção, prevenção e mudança. Acreditamos ser fundamental que a sociedade identifique e compreenda como estas violências acontecem e se entrelaçam, afetando a saúde das crianças, e busque ações de curto e médio prazo para minimizar sua ocorrência e suas consequências.