Ambiente da Primeira Infância

CIESPI/PUC-RIO E A PRIMEIRA INFÂNCIA

 

A proposta do CIESPI/PUC-Rio de pesquisa e ação com foco sobre a primeira infância tem como objetivo contribuir para ampliar as oportunidades de desenvolvimento integral de crianças nos primeiros anos de vida por meio da produção de uma série de ferramentas que auxiliem atores-chave a formular e implementar diretrizes de políticas e ações que priorizem as crianças pequenas.

O Estatuto da Criança e do Adolescente prevê direitos para assegurar que todas as crianças brasileiras cresçam em contextos que possibilitem o seu desenvolvimento integral. No entanto, faltam oportunidades para uma parcela significativa das crianças na primeira infância, principalmente as que vivem em condições adversas, afetando o seu desenvolvimento como um todo.

A proposta prevê a criação de um ambiente virtual composto por ferramentas que focalizam, de forma integrada, diversas áreas e aspectos fundamentais do desenvolvimento humano de crianças na primeira infância – o Ambiente da Primeira Infância (API). Além disso, promove eventos e articulações, em âmbito nacional e internacional, fortalecendo o intercâmbio e a atuação em rede. O Ambiente da Primeira Infância foi desenvolvido inicialmente com apoio do Instituto C&A, como parte do projeto A primeira infância no Brasil urbano (2010-2014). No presente, a equipe do CIESPI dá continuidade à proposta no âmbito do projeto A Infância sem violência: uma meta para o Rio (Childhood without violence: a goal for Rio), com apoio da Fundação Bernard van Leer (2015-2017). 

 

A IMPORTÂNCIA DA PRIMEIRA INFÂNCIA

 

Os primeiros anos de vida são considerados fundamentais para o desenvolvimento humano. Nos três primeiros anos, o desenvolvimento ocorre de forma bastante acelerada, integrando ampla gama de aspectos físicos, emocionais e espirituais. Aos poucos a criança vai descobrindo o mundo e com ele vai se relacionando e estabelecendo laços que terão importância para todo o seu desenvolvimento. A estes processos que conectam o ser humano a si próprio e aos outros, designamos de elos. Pode-se dizer que elos são os pilares que nos vinculam à própria vida. São como laços e como vigas. Vinculam e sustentam; dão base.

 

Elos são laços vitais. Desde o início da vida, a criança estabelece elos significativos que constituem referências para ser e existir no mundo. Entendendo a criança como um ser em formação, ativo em sua sociedade e transmissor de sua cultura, a sua capacidade de estabelecer elos profundos e duradouros tem dimensão e importância fundamentais para o seu viver presente e para as gerações futuras. Os elos significativos na vida de uma criança permitem o desenvolvimento de um sentido de ser (noção de si próprio) e de pertencer (noção de coletividade) possibilitando sua formação enquanto sujeito social.

 

(Irene Rizzini e equipe do Projeto Rede Brincar e Aprender. Rio de Janeiro, CIESPI, 2006).

 

A afirmação de que o início da vida é fundamental para o desenvolvimento humano vem sendo sistematicamente fundamentada pelo conhecimento científico. Pesquisas advindas das mais variadas disciplinas vêm destacando o impacto dos primeiros anos de vida e a importância de se investir no cuidado voltado para as crianças pequenas visando ao seu desenvolvimento integral. Características semelhantes nas formas como as crianças se desenvolvem podem ser identificadas, mas não existe “a” criança pequena, mas crianças em diferentes contextos. Os elos entre crianças e adultos são construídos socialmente e essa relação deve ser sempre considerada.

 

O CIESPI é membro da Rede Nacional Primeira Infância.

 

 

Marca RNPI 

 

CENTRO INTERNACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE A INFÂNCIA

Estrada da Gávea, 50 - Gávea

22451-263 - Rio de Janeiro - RJ, Brasil

+55 (21) 2259-2908

ciespi@ciespi.org.br

Funcionamos de segunda à sexta-feira das 9h às 18h.