Pesquisa e políticas públicas

Título:
Ano:

Políticas públicas para crianças e adolescentes em situação de rua: guia comentado

2018

Esta publicação discute resultados da pesquisa “Políticas Públicas e os Desafios da Implementação: Análise do Caso da Política de Atendimento a Crianças e Adolescentes em Situação de Rua no Rio de Janeiro”,  coordenada pela professora Irene Rizzini, com apoio da FAPERJ.

O GUIA inclui uma análise sobre as políticas e ações em curso voltadas para a população em situação de rua, destacando aquelas que recaem especificamente sobre crianças e adolescentes. A publicação apresenta também uma discussão sobre os desafios e as perspectivas do processo de implementação de políticas públicas para crianças e adolescentes em situação de rua no Brasil e, em particular, na cidade do Rio de Janeiro.

O objetivo é contribuir para o debate público e para o aperfeiçoamento da atuação profissional e das ações de incidência política relacionadas às demandas específicas da população infantil e adolescente em situação de rua.

População infantil e adolescente em situação de rua no Brasil: análises recentes

2018

Esta publicação, que serve de guia para os interessados em explorar o tema, traz uma síntese dos principais temas abordados na produção acadêmica nacional, publicada entre 2000 e 2015, sobre crianças e adolescentes em situação de rua. Além disso, os leitores terão acesso à metodologia utilizada na pesquisa e os principais resultados alcançados.
Parte da série produzida no âmbito do projeto “Políticas Públicas e os Desafios da Implementação: análise do caso da política de atendimento a crianças e adolescentes em situação de rua no Rio de Janeiro”, com o apoio da FAPERJ, a pesquisa foi coordenada pela professora Irene Rizzini, do Departamento de Serviço Social da PUC-Rio.

Caderno 2 - Gravidez na adolescência e maternidade no contexto de ruas (2ª edição)

2017

A questão da gravidez e da maternidade no período da adolescência tem importantes implicações para as vidas de indivíduos e de famílias, assim como para o campo da saúde pública e demais políticas. Pesquisas indicam um cenário positivo de queda de sua incidência na última década, no Brasil e em âmbito internacional.

Caderno 1 - Primeira Infância, Saneamento e Zika (2ª edição)

2017

O Brasil encontra-se em meio ao epicentro da epidemia atual do zika vírus. Há muitas pesquisas em curso e os dados confirmam a gravidade do problema. Evidências científicas recentes apontam a relação entre o vírus e o aumento da incidência de microcefalia em bebês recém-nascidos no país.

Boletim ProExt - Três

2017

Este estudo tem como campo empírico a proteção social especial ofertada pelo Sistema Único de Assistência Social (SUAS), na aplicação de medidas socioeducativa em meio aberto (MSE-MA) na cidade de São Paulo. De natureza interdisciplinar, o estudo envolve experientes pesquisadores com formação em Serviço Social, Direito, Psicologia Social, Gestão Social e Economia.